quarta-feira, 16 de abril de 2014

[Tary's Library] Resenha: Rangers, A Ordem dos Arqueiros vol.2 - Ponte em Chamas



Série: Rangers, A Ordem dos Arqueiros (Ranger's Apprentice )
Volume: 2 -  Ponte em Chamas (The Burning Bridge)
Autor: John Flanagan
Editora: Fundamento
Ano: 2009
224 Páginas
Sinopse: 
   Nos últimos quinze anos, o temível Morgarath conseguiu reunir um enorme exército de criaturas implacáveis, os Wargals. Eles não temem nenhum inimigo e são controlados mentalmente pelo próprio Morgarath, o Senhor da Chuva e da Noite. 
   Pego de surpresa, o Reino de Araluen se vê diante de uma guerra. Enviado em uma perigosa missão para impedir o confronto, o jovem arqueiro Will parte acompanhado do grande amigo e espadachim Horace e do habilidoso Gillan. Os três guerreiros contarão também com a inusitada ajuda da misteriosa e bela criada Evanlyn Wheeler. 
   Nessa jornada, Will colocará à prova todos os ensinamentos de coragem e aptidão transmitidos pelo seu mestre, o famoso arqueiro Halt. Mas o que o jovem não imagina é que ficará frente a frente com o tenebroso Morgarath e que poderá ser o responsável por mudar o rumo da eminente batalha. Será mais um teste de coragem e determinação, em que Will terá de provar seu valor

   Continuando alguns meses depois de onde o primeiro volume parou. Quinze anos antes do jovem Will se tornar aprendiz de arqueiro, Morgarath, Barão do feudo de Gorlan, cobiçou o reino de Araluen e se rebelou. Encontrando as criaturas Wargals nas Montanhas da Chuva e da Noite, liderou um exercito para dominar o reino. A guerra estava quase ganha, mas um arqueiro habilidoso guiou a cavalaria real por um caminho secreto pegando o exercito de Wargals desprevenido. Assim, o Senhor da Chuva e da Noite foi obrigado a recuar para as montanhas ou ficou em exílio.

  A trégua de anos terminou e Morgarath volta a atacar. Will e seu mestre Halt encontram os planos do guerra de Morgarath e avisam o reino, as posições já estão tomadas. Will, Gilan, arqueiro ex-aprendiz de Halt e seu melhor amigo, aprendiz de cavaleiros, Horace, são mandados em missão para o reino vizinho Céltica, para formar uma aliança e reunirem forças contra o Morgarath e seus Wargals.

  Porém, coisas estranhas acontecem, quando os três aventureiros chegam em Céltica,  encontram as vilas abandonadas, bandidos e Wargals vagando. Lá, encontram uma misteriosa garota, que se diz chamar Evanlyn, a única sobrevivente de um ataque.

   O resto, deixo por conta do leitor. O livro é cheio de reviravoltas impressionantes, quando você pensa que adivinhou o final, algo acontece, e quando você pensa que descobriu de novo, outra coisa acontece! O final é não é nadinha previsível e eu até pulei da cadeira lendo.

  Seguindo com a escrita, Flanagan não poupa descrições sobre armas, táticas de guerra, técnicas de luta com espadas e técnicas de arqueiros. A genialidade que a guerra é descrita me faz pensar que o próprio autor é um Mestre de Guerra.

  Em relação ao final e sequencia, diferente de outro livro, este não acaba com um final feliz, ou no caso com  "final feliz, por enquanto", este livro já segue para o próximo sem pausa e estou louca para ler a sequencia!

Outras capas:





A Série:
Rangers, a Ordem dos Arqueiros (Ranger's Apprentice)
1- Ruínas de Gorlan (The Ruins of Gorlan)
2- Pontem em Chamas (The Burning Bridge)
3- Terra de Gelo (The Icebound Land)
4- Folha de Carvalho (The Battle For Skandia)
5- Feiticeiros do Norte (The Sorcerer of the North)
6- Cerco a Macindaw (The Siege of Macindaw)
7- Resgate de Erak  (Erak's Ransom)
8- Reis de Clonmel (The Kings of Clonmel)
9- Halt em Perigo (Halt's Peril)
10- Imperador de Nihon-Ja (The Emperor of Nihon-Ja)
11- Histórias Perdidas (The Lost Stories)

domingo, 6 de abril de 2014

SORTEIO: TRONO DE FERRO - GAME OF THRONES

   Olá pessoas, é com muito orgulho que anuncio o primeiro sorteio do blog! \o/
   Hoje, dia 6 de Abril, estreia na HBO a 4º temporada de uma das séries mais aclamadas, Game of Thrones, baseada na série As Crônicas de Fogo e Gelo de George R. R. Martin. E para comemorar a nova temporada, vim fazer um sorteio para vocês.

  O Prêmio será uma replica em miniatura do Trono de Ferro, feita a mão por mim!


Sem Flash
Com Flash


   A é trabalhada em materiais recicláveis e massa de biscuit/porcelana fria.


REGRAS:

1- Preencher corretamente os campos do formulário, os campos obrigatórios para a participação são:

1.2-  Seguir o blog publicamente via Google Friends Connect

1.2- Compartilhar esta imagem publicamente no Facebook.

1.3- Deixar um comentário nesta postagem com o endereço de e-mail.

2- Há campos de preenchimento que não são obrigatórios, porém, aumentam sua chance de ganhar. São estes:

2.2- Me seguir no Instagram

2.3- Me seguir no Google+  (EDIT: Esqueci de colocar o link: meu perfil do Google+)

3- Há também uma chance extra para quem já é frequentador do blog, coloque o link de uma postagem anterior a hoje em que tenha comentado(obviamente o comentário também tem que ter sido feito anteriormente)

4- Nada de perfis falsos criados para a participação.

5- O Sorteio começa hoje(06/04), acaba dia 11/05 ao meio dia, o resultado será postado aqui no blog às 16 horas.

6- Irei entrar em contato com o ganhador pelo e-mail deixado aqui nos comentários. O ganhador terá em até 5 dias úteis para responder o e-mail, caso contrário, será realizado um novo sorteio.

6.1- Se o ganhador tiver preenchido algum campo errado ou incompletamente também será desclassificado.

FORMULÁRIO (via Rafflecopter)
a Rafflecopter giveaway

sábado, 5 de abril de 2014

5 On 5 Project (Parte 4) - Makes

Olá pessoas, faltando menos de 2 horas para terminar o dia eu finalmente consigo fazer a postagem!

Continuando com o Projeto 5 On 5.

Explicando como sempre:
Este é o quarto mês do Projeto, que requer que postemos 5 fotos, todo dia 5 durante 5 meses.

O tema desde mês é:



Maquiagem de Halloween, um amigo meu me mandou a referencia falando que lembrou de mim e pediu para eu faze-lá.

Maquiagem de cobra, usando um pequeno truque com rede de cabelo, com as cores roxo e verde.


[EDIT] Essa aqui, eu tinha me esquecido completamente, fiz para a festinha de carnaval da escola de ballet da minha mãe e acabei não postando em lugar nenhum. Só me lembrei dela agora, e tive que editar o post.



Maquiagem da Elvira, a Rainha das Trevas, usei para competir no campeonato de Pole Dance da Erotika Fair, final de semana passado, daqui a pouco farei um post sobre.

Maquiagem tribal africana que usei para dançar uma vez.


Blogs Participantes:
Nox Et Lux
Madchen Rosenrot
Rockeira Antenada
Meninas de Coturno
D-Sappy
Femme Toilet
Nosferotika
Plano A ou Plano B?
"Eticetera", Coisa & Tal
Tary Belmont
Emily Jackie

sexta-feira, 28 de março de 2014

[Tary's Library] Resenha: O Último Lobisomem



Série: The Last Werewolf
Volume: 1- O Último Lobisomem
Autor:  Glen Duncan
Edittora: Record
Ano: 2011
336 Págiinas
Sinopse:
   Jake Marlowe é um lobisomem. Lobisomens existem, mas a maldição — o vírus que infecta os humanos e os transforma em lobos — está extinto. Jake é o último de sua espécie na face da terra. E ele perdeu a vontade de viver, de lidar com seus fantasmas, de ouvir as vozes daqueles que matou para aplacar suas necessidades. Não há Deus ou Inferno, só a existência, a luta para sobreviver. E há, é claro, a fome do lobo que vive em seu interior e que o domina. Durante duzentos anos, Jake vagou pelo mundo, escravizado por seu apetite lunático e atormentado pela memória de seu primeiro e mais monstruoso crime. Agora, ele é a presa final de um grupo de caçadores de seres sobrenaturais. Sua morte será rápida. E ele deseja isso, pois sabe que não pode mais seguir em frente.    Mas enquanto Jake faz a contagem regressiva para sua última lua, um assassinato violento e um encontro extraordinário mergulham-no diretamente de volta à busca desesperada pela vida – e, para sua surpresa, pelo amor.    Sensual, inteligente, sangrento e comovente, O Último Lobisomem é notável pelo humor, pela eloquência e inteligência.


Resenha:
  Bom, eu não sei com que palavras descrever esse livro, eu simplesmente achei-o perfeito, e logo no começo já tinha certeza que valeria um merecido lugar de Favorito.

  O livro é narrado de maneira genial, aliás, é uma narrativa pesada também, possui muitas cenas sangrentas, e eróticas, a linguagem chega a ser bastante depravada, apesar de eu achar este um dos aspectos mais legais do livro.  É escrito em formato de diário, com o protagonista narrando em primeira pessoa. O autor consegue te transportar para dentro do universo do lobisomem, e descreve com uma naturalidade medonha os sentimentos e pensamentos dele em relação a tudo, a matar e devorar pessoas, a sensação em cada parte do corpo durante a transformação e os dias que antecedem, o que se passa pela cabeça de um lican enquanto está devorando um humano. Além disso o lobisomem não perde em todo sua humanidade. vivendo de álcool, cigarros e sexo com putas ao longo da história. O protagonista, Jake, possui um humor negro divertidíssimo, por mais que ele deseje a morte, o clima não possui um ambiente pesado e depressivo como achei que poderia ser, chega a ser engraçado e dar no que pensar, chega a filosofar o sobre o sentido da vida e da morte.  Além de todos os detalhes bem pensados em relação as características de um lobisomem.

   A trama começa no momento em que Harvey, melhor amigo de Jake, lhe conta que é o ultimo da especie. Os lobisomens são caçados por uma organização especializada em enfrentar criatura sobrenaturais, a WOCOP. E um vírus que surgira à 200 anos impedia os lobisomens de se reproduzirem pela mordida (que, neste livro, é o único método de se criar um novo lican). A partir desde momento, Jake, passa a fugir e a esgueirar-se da organização a pedido de Harvey, que estava fazendo de tudo para mante-lo vivo, mesmo que ele simplesmente quer se entregar e deixar-se morrer. Mas isso só aconteceria na próxima lua cheia, assim, Jake passa todo o tempo escrevendo em seu diário, contando sobre como foi transformado e como matou sua primeira vitima. De certa forma, quando você vai acompanhando a história, o "grande assassinato" e "os acontecimentos" chegam até a ser previsíveis, mas a maneira como acontece é o que vale.

Vampiros estão presentes no livro, apesar não chamarem muita atenção e serem colocados bastante de lado, são criaturas sombrias e sem muita personalidade, não fazem sexo, possuem uma vida entediante (de acordo com os lobisomens), ao ponto em que acham o prazer carnal e a falta de fala na forma de lobo algo extremamente primitivo.

    Não gosto de dar spoleirs, mas algo que precisava comentar, então, caso não queria ler, continue normalmente, mas, quem não tem problemas com spoilers:
[SPOILER]Não fiquei chocada com a morte de Jake no final, quer dizer, até posso ter ficado surpresa que realmente tenha acontecido, mas havia certa possibilidade. O que me entristeceu é que como o livro é escrito em forma de diário, ele deixou de escrever um pouco antes, outra personagem que encontra o diário termina a história por ele. Gostaria muito de saber como o sr. Marlowe narraria a própria morte, do jeito irônico e sombrio dele, da maneira como ele compararia com algo e descreveria a sensação. [/SPOILER]

  O livro é primeiro volume duma trilogia, os outros dois, "Talulla Rising"(2012) e "By Blood We Live"(2014, Fevereiro) porém há previsão de lançamento no Brasil.


Outras Capas:




gostei mais dessa

quinta-feira, 20 de março de 2014

TAG: Filmes de Terror



   A linda da Marciela do blog Meu Mundo é Assim... me passou uma TAG de filmes de terror, nem gostei né? ps: demorei pra caramba para postar essa tag porque não tinha terminado o post do Invocação do Mal que ia colocar aqui XD.

Regras:
- Responder as 6 perguntas
- Passar para 5 blogs fazerem:

1º Cite um filme de terror que goste muito e que tenha sido baseado em um livro: (não é necessário ter lido o livro)

Carrie, a Estranha (Carrie)


Gosto muito desse filme desde que assisti a versão de 2002 a muito tempo atrás. "Carrie" é baseado na obra de Stephen King, que não gostou muito do livro e o jogou fora assim que o terminou, mas sua mulher resgatou do lixo e o convenceu a publica-lo. Conta a história de uma menina adolescente com poderes de telepática, sua mãe é uma fanática religiosa com sérios distúrbios, por isso Carrie sempre foi muito presa e fechada, ignorante ao mundo, fazendo que sofresse bulliyng escola. Sua situação muda quando uma das meninas, arrependida do mal que fez, convence o namorado a levar Carrie ao baile de formatura do colégio. E o desfecho acho que todos já conhecem.









2º Cite um filme de terror que goste e tenha muito gore:

A Marca do Mal (Scar)


Este aqui minha irmã achou por um acaso num camelo no caminho da escola. Estava com o nome de "A Sanguinária" na capa, e não achamos nada sobre o filme, depois, não sei como, ela conseguiu descobrir o titulo verdadeiro. É um filme bem sangrento, cheia de cenas aflitivas de tortura, eu não costumo gostar de filmes assim, mas este, não sei porque, eu gostei. O filme se passa no Colorado, Joan é a única sobrevivente de um acontecimento horrendo: ela e sua melhor amiga, foram sequestradas por Bishop, o funerário local que as torturou em função do divertimento, em uma brincadeira onde a tortura só parava até que uma delas pedisse para matar a outra. 16 anos depois, Joan já crescida e bem sucedida volta á cidade para cuidar da sóbria Olympia. Porém, um tempo depois, adolescente começam a sumir, e aparecem mortos, da mesma maneire que Bishop o fazia.






3º Cite um filme de terror que goste e não tenha muito gore:

Invocação do Mal (The Conjuring)


Este eu prefiro deixar o link do post que já fiz me expressando sobre o quanto amei esse filme. Clique aqui para ver a postagem.




4º Cite um filme de terror que goste e que tenha uma temática em que você acredite:

O Exorcismo de Emily Rose (The Exorcism of Emily Rose)


Baseado em fatos reais, conta a história de uma garota que supostamente teria uma caso sério de epilepsia, e outras doenças, porém nenhum tratamento ou medicamento à ajudou fazendo sua família recorrer ao exorcismo, foram mais de sessenta sessões durante 7 meses. Quando ela morreu, o pastor e a família foram acusados de abandono, negligencia e homicídio culposo. O filme se passa no tribunal e no decorrer dele há flashbacks mostrando o que aconteceu durante o periodo. Já tentei fazer minha monografia sobre exorcimo mas um pai de uma amiga que é pastor pediu para eu mudar o tema, disse que não seria bom eu me aprofundar nesse assunto, que seria perigoso.




5º Cite um filme de terror que sentiu desconforto ao assistir (seja por ser muito pesado, ou por falar de algum assunto que mexa com você, enfim, qualquer tipo de assunto):

Pânico na Floresta (Wrong Turn)


Eu assisti o terceiro desse eu acho, mas não sei exatamente, quando fui pesquisar parece que teve uma confusão com as traduções, coloram outro filme com o mesmo nome, mas não é sequencia. Enfim, é um que começa em um hospício, onde uma familia de mutantes canibais está presa, depois de conseguirem escapar eles soltam todos os outros e começam a torturar os médicos e outras pessoas que trabalhavam lá. Só assisti até aí, é um negocio muito sangrento e nojento, muito trash.




6º Cite um filme que você odeia e não o recomendaria nem para seu pior inimigo:

O Anticristo (Born)


Esse filme eu assisti uma vez com meu ex e minha irmã, simplesmente escolhemos a dedo na locadora, como tem outro filme que chama Anticristo na tradução, acho que confundimos. Conta a história de um irmão que virou um demonio e foi mandado poe um demonio superior a estuprar a irma no enterro da mãe, colocando o antcristo no corpo dela. O filme é bem trash, tem uma produção produção péssima, além de ser simplesmente escroto, a barriga da menina desenvolve em meses, ela começa a matar todo mundo sendo manipulada pelo bebe, ai quando isso acontece ela fala igual um adulto imitando voz de criança, e tem até uma cena que sai o capeta da barriga da mulher, abrindo como se fosse uma escotilha, o bicho era tipo um demoninho de video game. Nem lembro que merda deu no final.




5 Blogs:
Ela Fora do Comum
Guria de Moletom
Meninas de Coturno
Plano A ou Plano B
Just a Little More

domingo, 16 de março de 2014

Rock Não Se Aprende e Nem Se Ensina


 Bom, estou boiando na madrugada, e estava divagando, então pensei sobre o fato de eu nunca escrever literalmente no blog. Sempre o que eu faço aqui é relacionado a imagens, fotos e mídia, há muito tempo que não faço uma dissertação, um texto propriamente dito expressando minha opinião sobre algo e resolvi fazer isso aqui, para organizar umas idéias.

   O que eu estava divagando, é o que o titulo já diz, esta é uma frase famosa do Raul Seixas.
  Para quem não sabe, recentemente entrei a administração de perfil do Ask sobre perguntas relacionadas à Rock. Quem usa o site sabe que existem vários perfis fictícios apenas para mandar perguntas sobre algo: livros, músicas, filmes séries, etc.

  E uma coisa que me irritou muito nesse perfil, algo que eu até compartilhei no grupo do Blogs Rock n' Roll com as meninas, é a quantidade de posers. E isso é algo que eu sou muito suave, se eu considero alguém poser, é porque o negócio tá feio. Eu acho que existem vários níveis de ser fã e gostar, não acho que usar uma camiseta de uma banda que conhece pouco é errado, não acho errado dizer que curte uma banda mesmo conhecendo apenas uma ou duas músicas, ou não sabendo o nome dos membros, muito menos ter lido todas as biografias e saber até o café da manhã dos caras. Mas acho que um certo nível conhecimento sobre o assunto é importante. Não preciso saber o nome do vocal ou quem é compositor do Ramones, mas saber que se trata de Punk Rock é algo válido.

  Nessa página, já mandei várias perguntas e já respostas como "Gosto de gothic metal, Nightwish por exemplo", "Curto dEth metal, tipo Megadeth", "Curto death metal como Metalicca, Megadeth, Burzum", já mandei pergunta sobre um clipe ou músicas e recebi Demi Lovato, Avril Lavigne e Miley Cirus. Já fiz um mini quiz valendo likes, só uma brincadeira que o povo do ask curte, perguntando quais bandas o Dio já participou, e receber "QUEM É DIO?" como resposta.

  Sri que parece que estou me contradizendo, falando primeiro que saber de tudo não importa e depois reclamar das pessoas que não sabem, mas não é esse o problema, é a falta de vontade de conhecer que as pessoas tem, simplesmente responder não sei, não conheço, sei la, to com preguiça. A pessoa não para para conhecer Dio, que é um icone do Metal, não para para pesquisar qual é o genero do Nightwish ou do Megadeth. Eles são roqueiros porque usam camisetas de bandas e conhece 3 ou 4 bandas da modinha. Eu passei um "Espaço Livre"dedicado ao Led Zeppellin, para as pessoas postarem o que curtiam sobre a banda, alguns postaram coisas legais, curiosidades, afins, mas o resto, metade postou um clipe qualquer da Starway To Haven (nem outra músinem Rock n' Roll, nem Imigrant Song) e outra postou exatamente a mesma foto da banda reunida. As pessoas começaram a transformar rock em um rótulo. Tudo o que eu vejo nesse ask é Amy Lee, Paramore, Nirvana, as vezes tem uns ACDC e Guns, mas é raro.

  O que eu quis diz dizer também com esses negócios de saber o gênero, é que essas pessoas não sabem o que querem, apenas rotulam "rock como rock" e "sou roqueiro e funk é uma merda" e foda-se. As pessoas são fissuradas Kurt, ficam postando Nirvana, Nirvana, Nirvana, mas nem sabem que Nirvana é grunge, nem sabem o que é grunge ou o quem são Alice In Chains, Pearl Jam, Soundgarden. Elas não entendem e também não fazem questão de entender.

   Eu posto sobre bandas que gosto, falo umas coisas quando a pessoa fala que não sabe quem é esse artista ou o que é aquilo. Mas elas simplesmente saem curtindo tudo e compartilhando para falar "estou compartilhando coisas sobre rock, porque sou roqueiro", mas não pegam a alma do negócio, são fúteis e superficiais.

  Uma amiga minha do grupo, a Sam do It's Just a Little More, se não me engano, me falou para fazer isso, postar sobre bandas legais, tentar mostrar o que é rock de verdade. Sam, desculpe, eu juro que tentei, mas é aí que chegamos ao título do post. Rock não se aprende e nem se ensina. Assim como eu não posso querer ensinar sobre rock para eles eles não podem querer aprender sobre rock, é algo que deve vir com naturalidade e não como se tivesse estudando para saber de tudo antes de uma prova.

  A pessoa não pode simplesmente falar, quero ser roqueiro então vou falar disso, me vestir assim e ouvir isso. Agora pouco (nota que comecei este texto às 3 da manhã e estou editando até agora XD) li um post ótimo no blog da Carol Bastos, o Meninas de Coturno, relacionado ao que falei ali em cima sobre os Nivarninhas da vida, um post sobre a "tendencia" grunge atual, para ver o post clique aqui. Ela usou exatamente a palavra que estava procurando, TENDENCIA. Esses adolescentes atuais estão vendo o rock não como um estilo, como um tendencia, acham que vestir o visual e conhecer algumas bandas random os transformam em roqueiros. Ainda por cima usando roupas compradas na loja fashion do quarteirão pop da cidade.

  É tudo muito fútil e superficial, é a aparência que importa, o que eles querem fingir que são na net. Parece que ser "roqueiro, bebado, drogado, bissexual e antissocial" é algum tipo de status agora. Para ser diferente, para ser cool, porque ser diferente, e "esquisito" tá na moda. Primeiro jaquetas de couro, depois blusas com
caveiras, spikes, roupas rasgadas e agora camisetas de bandas. O rock está sendo vitima da moda. Está perdendo sua essencia por conta da futilidade.

  Eu sou meio ruim de terminar textos, mas em conclusão é isto. Rock virou moda, virou tendendia, deixou de ser um estilo, um estilo de vida, de pensar, de agir. Não seja rockeiro porque você quer ser rockeiro, goste do que você gostar, se for sertanejo, rock, pop, foda-se. Não precisa ser uma enciclopédia de cada banda, mas saiba o que você está ouvindo, o que significa, porque existe. Já que, ao que parece, muitos estão sobre estupros e não estão nem sabendo.

 E é isso aí gente, não vou editar mais o texto, mas também não quero parar sobre assunto aqui, gostaria de saber a opnião de vocês para conversar a respeito.



É isso aí.
Bites!

PS: Créditos das fotos
Na primeira foto: Raul Seixas
Segunda foto: Tary Belmont, Caroline Vondergeist, Sam Picanço, Vania Cristina, Jay Pepper e Lee Vy
Terfeira foto: Sei lá, peguei no google XD

quinta-feira, 13 de março de 2014

[Filme] Os Garotos Perdidos



Título original: The Lost Boys
Gênero: Terror
Lançamento: 1987
Duração: 1h37m
Distribuidor: Warner Bros
Direção: Joel Schumacher
Roteiro: Jeffrey Boam, Janice Fischer e James Jeremias
Produção: Harvey Bernhard, Mark Damon, Richard Donner e John W. Hyde
Elenco: 

Jackson Patrick - Michael
Corey Haim - Sam
Dianne Wiest - Lucy
Corey Feldman - Edgar Frog
Barnard Hughes - Avô dos meninos
Edward Herman - Max
Kiefer Sutherland - David
Jami Gertz - Star
Alex Winter - Marko
Billy Wirth - Dwayne


Trailer:




Sinopse: Lucy e seus dois filhos Michael e Sam se mudam para Santa Clara para morar com seu pai. A cidade é considerada a capital do crime e muitos jovens desaparecem por lá. Michael se apaixona por um garota linda e misteriosa e acaba se evolvendo com uma guange de motoqueiros muito perigosas. Enquanto isso Sam conhece dois rapazes em uma loja de quadrinhos que o apresentam revistas que de acordo com eles "deveria levar como guia de sobrevivencia": quadrinhos sobre vampiros...

Curiosidades:

- O título "Os Garotos Perdidos" é referencia ao Peter Pan e seus meninos, que nunca crescem.

- No roteiro original, as personagens deveriam ter menos de 10 anos. Mas o diretor detestou o ideia e disse que só o faria se fossem adolescente, deixando a trama mais interessante.

- Outro filme de vampiros lançado no mesmo ano, "Quando Chega a Escuridão", conta com ator Joshua John Miller que é meio irmão de Jackson Patrick, protagonista deste filme. E o pai de ambos, Jason Miller, também ator, fez o papel do Padre no filme "Exorcista".

- Os nomes dos irmãos Frog, Edgar e Alan, são alusão ao escritor, mestre do suspense, Edgar Allan Poe.

- O filme gerou duas sequencias que não foram bem aceitas. O segundo, "Garotos Perdidos 2: A Tribo", em 2008 e o terceiro "Garotos Perdidos 3 [The Third no original]"

- Em 2008 também foi lançada uma mini-série em quadrinhos, que servia de prelúdio para o segundo filme da saga.

- O ator Kiefer Sutherland, é bastante conhecido por seu papel como Jack Bauer na série "24 Horas" da Fox.

- O cantor G Tom Mac, fez uma versão da música "Cry Little Sister" inspirada no seriado de vampiros True Blood. Assista aqui.

Resenha:

  É considerado filme clássico e renomado sobre vampiros pelos fãs do gênero. Uma das coisas que me chamou a atenção para assistir esse filme foi a música tema "Cry Little Sister" que conheci pela banda Sisters of Mercy e posteriormente descobri ser cover da música do filme.
  O filme é muito, digamos assim, "menos sério", do que imaginava. Como é dos anos 80, recebeu a clássificação de Terror, já que naquela época qualquer filme, independente do enredo e do clima ambientado, que tratasse sobre monstros era considerado terror. É uma aventura bastante juvenil, personagens adolescentes e delinquentes, problemas com a famlia, paixões instantaneas etc.
  Eu achei a trama bastante interessante e até surpreendente, o final é bastante divertido, com certeza. E a trilha sonora, é também muito boa.
  A única coisa que achei negativa é que não teve nenhum personagem que me encantou, os personagens, principalmente os vampiros, não tem uma profundidade na personalidade, e não achei nenhum muito bonito fisicamente também.
  Ainda não assisti as sequências, mas pelo que fiquei sabendo (e como até procurar para assistir este nem sabia da existência), não foram muito bem aceitas pelo público, sendo julgadas na categoria de "sequencias que nunca deveriam ter existido".


Assista online aqui.

Imagens: 










Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...