domingo, 1 de maio de 2016

Filmes que Andei Assistindo #8



Batman VS Superman: A Origem da Justiça (2016)
Duração: 2h33m
Gênero: Ação / Aventura
Distribuição: Warner Bros
"O confronto entre Superman e Zod em Metrópolis fez com que a população mundial se dividisse acerca da existência de extra-terrestres na Terra. Enquanto muitos consideram o Superman como um novo deus, há aqueles que consideram extremamente perigoso que haja um ser tão poderoso sem qualquer tipo de controle. Bruce Wayne é um dos que acreditam nesta segunda hipótese. Sob o manto de um Batman violento e obcecado, ele investiga o laboratório de Lex Luthor, que descobriu uma pedra verde que consegue eliminar e enfraquecer os filhos de Krypton."
   Não sou muito fã da DC e nunca li nada sobre Batman e Superman. Como leiga, até que gostei do filme, um bom drama, os heróis colocados em palta, o que eles fazem é certo? A hipocrisia de um alienígena que faz o que bem entende, mas discrimina o morcego. O morcego sombrio que pega os bandidos com métodos duvidosos. Os únicos fatores negativos foi o dia ser salvo pela coincidência de um nome e a linda armadura do Batman aparecer por cinco minutos de filme só para ser destruída. Mas o filme possui lutas boa, efeitos bons e os personagens foram bem representados. Agora só aguardar os próximos filmes para ver como os links serão feitos. 

O Quarto de Jack (2015)

Duração: 1h58m
Gênero: Drama
Distribuição: Universal Pictures 
   "Joy e seu filho Jack vivem isolados em um quarto. O único contato que ambos têm com o mundo exterior é a visita periódica do Velho Nick. Joy faz o possível para tornar suportável a vida no local, mas não vê a hora de deixá-lo."
   Fiquei com uma curiosidade brava quando vi sobre esse filme no Oscar. A história de um garoto que passou seus 5 anos de vida trancado em quarto. Fiquei pensando, "mas que c*ralho tem de bonito em ver uma mãe com o filho em um quarto durante anos?" Aí então que descobri toda trama quando assisti. É chocante, e é emocionante, tudo o que uma mãe pode fazer pelo seu filho, até quanto ela consegue passando por algo assim e todo o processo para se recuperar depois de tudo. Fotografia, atuação e roteiro excelentes. Adaptação do livro "Quarto" de Emma Donoghue, roteiro feito pela própria autora. 

A Garota Dinamarquesa (2015)

Duação: 1h59m

Gênero: Drama/ Biografia
Distribuição: Universail Pictures
   Cinebiografia de Lili Elbe, que nasceu Einar Mogens Wegener e foi a primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de gênero. Em foco o relacionamento amoroso do pintor dinamarquês com Gerda e sua descoberta como mulher.
   Filme maravilhoso. A atuação de Eddie Redmayne é impecável. O filme é sensível e muito bem trabalhado de maneira delicada. Einar se pega descobrindo sensações estranhas ao vestir a meia-calça de sua mulher par ajuda-la a terminar um quadro, nisso uma amiga o vê e o apelida de Lili Elbe. Escondido, e quando descoberto, Gerda inventa de o vestir de mulher para uma festa onde engana a todos. As coisas começam a ficar confusas para Eddie, ou melhor, para Lili. Medicos e psicologos a consideravam louca, ela adoeceu, até achar um médico que a entendesse e a ajudaria. Gerda é uma mulher forte, ama Einar e depois de lutar para compreender e mesmo se machucando, o ajuda a torna-la Lili para sempre, cuida dela e a apoia, tenta ser uma boa amiga. Me encantei  também temos Hans, mas que personagem masculina linda para completar o quadro, um amigo que conheceu os dois lados, que não recuou e também o apoia. 

O Bom Dinossauro (2016)
Duração: 1h30m
Gênero: Animação / Aventura
Distribuição/ Produção: Walt Disney Pictures
   "Os dinossauros foram extintos após a colisão de um gigantesco asteróide com o planeta Terra. E se este evento não tivesse ocorrido? O filme parte desta premissa para trazer a história de dinossauros que ainda hoje controlam o planeta. E mostra a amizade de Arlo, um dinossauro adolescente, com um jovem menino humano, Spot."
   Gente, nunca me senti tão decepcionada com uma animação da Disney. O filme não possui essência alguma. A personagem principal, o dinossauro Arlo, é irritante e não possui charme algum na sua personalidade medrosa e fraca. Seu laço com o humano que late é pouco explorado e falho no sentimentalismo. Muitas cenas são semelhantes á Rei Leão, Bambi, O Cão e a Raposa, entre outros clássicos da Disney. Nada inovador, nada novo, nada empolgante, quase dormi. A ideia seria ótima se tivesse sido bem trabalhada, ou se tivessem explorado mais esse mundo com dinossauros em vez dessas aventuras desinteressantes. 


Divertida Mente (2015)
Duração: 1h35m
Gênero: Animação / Familia
Distribuição/Produção: Disney / Pixar
   "Riley é uma garota divertida de 11 anos de idade, que deve enfrentar mudanças importantes em sua vida quando seus pais decidem deixar a sua cidade natal, no estado de Minnesota, para viver em San Francisco. Dentro do cérebro de Riley, convivem várias emoções diferentes, como a Alegria, o Medo, a Raiva, o Nojinho e a Tristeza. A líder deles é Alegria, que se esforça bastante para fazer com que a vida de Riley seja sempre feliz. Entretanto, uma confusão na sala de controle faz com que ela e Tristeza sejam expelidas para fora do local. Agora, elas precisam percorrer as várias ilhas existentes nos pensamentos de Riley para que possam retornar à sala de controle - e, enquanto isto não acontece, a vida da garota muda radicalmente."
  O filme é muito bem trabalho e conta com ricos detalhes e muita criatividade, referencias boas e muita ligação com sentido. Porém, acho que o roteiro foi meio fraco e com alguns buracos. Alegria e os outros agem com bulliyng com a Tristeza, como se só ela fosse ruim, e Raiva, Nojo e Medo não. Além disso, a Tristeza é a unica que age de acordo com seu sentimento, e na verdade como uma sonsa várias vezes, mas enfim, enquanto até o próprio Raiva fica feliz quando Riley fica feliz. Fora isso, acho que o filme perdeu muito tempo nessa aventura pelos pensamentos de Riley e a cabeça dela toda bagunça e acho que poderia ter explorado melhor como seriam as mudanças da Riley em sua cabeça por conta da nova casa, da nova escola e novos amigos. Como a Alegria e a Tristeza desaparecem e os outros fazem uma bagunça, fica entendido que tudo o que acontece por fora é consequência da estupidez das duas e eu gostaria de ter visto mais como seria a reação dos personagens de dentro em relação ao que acontece fora, e não ao contrario.

domingo, 24 de abril de 2016

Exposição "Chapéus do Chapeleiro Maluco" no ComplexoTatuapé

  Passei no Shopping-Metro Boulevard Tatuapé e me deparei com essa exposição que trás uma série de chapéus inspirados no personagem Chapeleiro Maluco, em promoção do novo filme da Disney Alice Através do Espelho, que estreia dia 26 de Maio.

   A exposição foi iniciativa da administradora de shoppings AD e trás dez personalidades da moda, das artes e do design que foram convidadas pela ONG Orientavida para criarem suas versões de chapéus malucos, elas são:


  • Adriana Peliano, presidente da Sociedade Brasil Lewis Caroll, uma das grandes especialistas sobre o universo de Alice em parceria com a aderecista Fabiana Fukui e Sociedade Lewis Carroll do Brasil;
  • Daniel Kini, designer e diretor de projetos do Estúdio Campana;
  • Vic Meirelles, Formado em arquitetura pela Belas Artes. Viveu em Londres trabalhando como florista e decorador e cenógrafo de eventos e grandes empresas e televisão;
  • Eduardo LaurinoDesenho de Moda com bacharelado em Estilismo e especializado em Design de Acessórios. Atualmente um dos maiores nome do país em chapelaria; 
  • Maguy Eltin, estilista e curadora francesa, com participação da artista plástica Ana Moraes;
  • Montage Art, estúdio dos designers Eduardo Aiello e Alex de Oliveira, que aposta no garimpo de peças exclusivas em feiras de antiguidades e na sua mistura com objetos de vanguarda;
  • Caselúdico, cenográfos do grande estúdio de cenografia, tendo trabalhos para a Windows, Petrobras, Nike, MTV e a exposição do Castelo Ra Tim Bum no MIS em seu histórico; 
  • Renato Dib, renomado artista plástico, já teve artes expostas também na Casa Juisi;
  • Thais Toschi, estilista com especialização no Fashion Institute Of Technoly em NY;
  • Belas Artes, alunos de uma das mais renomadas universidades do ramo artístico do pais; 
  









  A exposição está exposta na Praça de Eventos no piso térreo do Shopping, que possui acesso pela estação de metrô Tatuapé e é gratuita. Ficará em cartaz até o dia 1º de Maio e posteriormente seguirá para o Rio de Janeiro e Belo Horizonte. 


segunda-feira, 11 de abril de 2016

[Tary's Library] Enfeitiçados pelo Desejo


Ano: 2014
Autor: Sylvia Day
Editora: LeYa
160 páginas
Sinopse:
   Quando magia e desejo se unem, tudo pode acontecer.   Max, um poderoso feiticeiro. Victoria, uma bruxa selvagem capaz de se transformar. Ele deve caçá-la e submetê-la a seus desejos antes de entregá-la ao Conselho Superior dos Feiticeiros, mas algo impensável o obriga a mudar de planos. Uma ligação inesperada faz com que desenvolvam um poderoso vínculo, ainda que Max ignore a força dos poderes de Victoria.   Juntos devem enfrentar o perigoso Triunvirato, três irmãos responsáveis pelo desaparecimento de um antigo amor de Victoria. Em Enfeitiçados pelo desejo, a luta contra a magia negra se mistura à crise que as responsabilidades de Max como Caçador e a submissão involuntária de Victoria geram para o relacionamento. Serão as forças do mal mais poderosas do que um grande amor?

Resenha:

   Primeiramente, é um livro para maiores de 18 anos, ou seja, um livro erótico. Foi o primei livro desse gênero que li, já tinha vontade antes, mas não conseguia descobrir livros do gênero, no começo porque eu era melhor, e depois porque não pesquisei a fundo o suficiente para achar. Mas por sorte tivemos aquele surto de pseudo-leitores por Cinquenta Tons de Cinza, que o único lado bom (ou não, ainda não sei ao certo) foi fazer com que livros eróticos ficassem mais acessíveis.

   Eu ainda estou tentando definir o que eu achei desse livro. Eu gostei bastante dos elementos de magia do livro. Victoria é uma familiar. Os familiares são animais/criaturas mágicos que acompanham magos e bruxos e lhes dão suporte. Não costumo ver eles em livros, então achei interessante a adição deles. No livro, os familiares passaram por uma pequena alteração do popular, eles possuem forma humana também, e é dai que sai todo o enredo.

   Os familiares são obrigados a se emparelharem com magos pelo Conselho Superior. Victoria pertencia à Darius, que recusou um cargo de poder para ficar ao lado dela. Como vingança, o conselho o mandou para uma missão que sabia que não iria voltar vivo. Antes de morrer, Darius passou toda sua magia para Victoria, a tornando imensamente poderosa.

   Victoria passa os séculos seguintes vivendo no mundo humano, e se torna proprietária de uma rede de hotéis. Durante todo esse tempo o Conselho tenta 'domá-la', novamente. Para eles, um familiar sem mago se torna um selvagem e abre brechas para para a magia negra (aliás, isso foi outro detalhe interessante de se citar, a margem entre a magia branca e a magia negra).

   Todo caçador enviado para domá-la falha. Eles entram em um jogo sexual, onde tentam mimá-la e agradá-la para assim domina-la, familiares precisam ser cuidados e agradados como bichinhos de estimação, e nisso ela muda o jogo a seu favor, seduzindo e tomando total controle da situação. Essa era a vingança dela, derrotar cada caçador, e assim humilhar o Conselho e todos seus esforços.

  A história na verdade começa quando Max aparece para um reunião. Disfarçado de um detetive que vai ajudar a encontrar seu colar roubado. Max é um caçador, e ela sabe disso. O maior competente e profissional que poderiam mandar. E aí se desenrola mais um jogo erótico, se ela derrota-lo, humilharia o Conselho totalmente. Se ele domina-la, chegará ao topo com um lugar garantido nele.

  A partir daí a história se desenrola. Bom, quis falar de toda a parte mágica envolvida no livro porque esta realmente me interessou. E em relação à 'cenas' de sexo. Em primeiro lugar, achei relevante a sutileza como ela descreve alguns detalhes, como o toque sutil do dedo na palma da mão após um aperto, para mostrar um ligeiro interesse. Depois associei à um pornô de tv, não soft-porn, aqueles do Maxprime mesmo. Mas depois acho que a história ganhou um conteúdo um pouco melhor que só sexo do nada. Mas ainda assim, o desenvolvimento dela é bem precoce, do jeito que personagens começam a se amar numa paixão explosiva e animal de uma página para outra. Ta bom, a gente entendeu que o sexo foi bom. Outra coisa que me desagradou no livro foi é a falta de personagens, o livro passa muito carregado entre o romance intenso e pesado dos dois protagonistas, constantemente, o que o torna cansativo, uma falta de interação e diversidade de climas e dialogos.

   O livro manteve um quase ambiente de sadomasoquismo. Há relação de dominação sobre Victoria, aquela história de que "não precisa ser fraca para ser submissa", algumas brinquedos eróticos e outros aparelhos usados para a prática de BDSM. Digo 'quase' porque ele não é totalmente explorado, apenas ilustrado.

   Mas, fiquei pensando, um dos motivos do 50 Tons de Cinza ter sido tão negativo, foi o fato de apresentar a mulher como uma submissa, alguém que deve agradar ao homem. Não li, mas assisti (e espero que sirva de parâmetro de comparação, me desculpem, mas acho importante estabelecer parâmetros.), e Victoria não é o mesmo tipo de submissa que a Anastasia. A grande prova de amor dela é se entregar sendo a mulher poderosa que é, se entregar sendo que sempre foi uma mulher no comando e no poder. Porém, lendo outras sinopses de livros da Day, e espero lê-los ainda para confirmar melhor. Muitos dos seus livros se tratam de mulheres submissas à homens poderosos.

   A escrita é romântica, e carregada de detalhes, e como falei á cima, são detalhes importantes que me atrairão na escrita dela. Apesar disso, ela perde essa elegância quando vai descrever o sexo em si (nessas horas que viram porno de Maxprime). Como uma primeira vez lendo um livro erótico, não achei ruim de todo, mas esperava mais da tão aclamada Silvia Day.


Outras capas:





Retrato Steve
Steve disse que a partir de agora vai tirar foto com todos os livros que tiver resenha.

terça-feira, 5 de abril de 2016

[Evento] "Batman e a Vilania Infinita" no Madame

  Hey people, eu quase nunca faço posts falando de eventos, mas vou tentar fazer isso com mais frequência

  Neste feriado de sexta-feira (25/03) fomos com nossos amigos Nat e Max da Taberna Cultural na balada "Batman e a Vilania Infinita", na casa underground Madame, conhecida como Madame Satã.


  Eu fiquei sabendo da balada, mas não sabia se ia, até que voltei para casa na quinta com meu namorado Marcos e os dois nos intimaram. Então, na mesma tarde de sexta, começamos a pensar o que iriamos usar de fantasia, já que nenhum de nós tem cosplay de Batman, resolvemos brincar um poucos. Pegamos tudo o que conseguimos achar aqui em casa, figurinos, fantasias, cosplays, roupas sociais.


  Eu e a Thamy já tínhamos planos de fazer as Dee Dee, netas da Harley Quinn do Batman Beyond, já temos as perucas desde ano passado, como ainda não fizemos as roupas, resolvemos improvisar algo e fizemos algo no estilo da Arlequina Clássica. Nossos namorados, Marcos e Alan, foram de Duas-Caras e Coringa. A Nat e o Max foram de Mulher Gato e Pinguim. E nosso irmão Natthan foi de Charada.  E assim, sem querer, juntamos um lindo grupo improvisado de vilões de Gotham.







 Para alguns de nós foi a primeira vez e para outros não. No meu caso foi a segunda, mas da primeira vez não chegou nem perto desta. O único ponto negativo foi que o setlist do bar estava melhor que o da pista de dança, Não cheguei a tomar drink nenhum, mas a batata frita de lá é M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A. Teve teatro cosplay temático e sorteios de livros da DarkSide, um deles, inclusive um deles foi para quem conseguisse responder a charada que o Natthan-Charada criou. A casa é bem bonita, decoração perfeita. o fumódromo é enorme, a pista (apesar da falta de musica boa pra dançar) é sinistramente linda e a área do bar é super confortável, ambiente estava bem agradável.

 





Não se esqueçam de curtir nossa page:





sexta-feira, 25 de março de 2016

Flimes Que Andei Assistindo #7



O Regresso (2016)
Duração: 2h36m
Gênero: Aventura
Distribuição: FOX Filmes
Produção: New Regency Pictures, Anonymous Content
   "1822. Hugh Glass parte para o oeste americano disposto a ganhar dinheiro caçando. Atacado por um urso, fica seriamente ferido e é abandonado à própria sorte pelo parceiro John Fitzgerald, que ainda rouba seus pertences. Entretanto, mesmo com toda adversidade, Glass consegue sobreviver e inicia uma árdua jornada em busca de vingança."
   Fotografia, cenário e figurinos excelentes, o DiCaprio mereceu mesmo o Oscar. Porém o filme como um todo é entediante, das 2h30m da pra cortar para em 1h30m se tirar as partes em que a câmera fica na cara dele. Também tem várias divagações sem sentido com a mulher e o filho, além de que o único personagem interessante que daria um plot legal é o que morre. 



A 5ª Onda (2016)
Duração: 1h52m
Gênero:  Ficção Científica
Distribuição: Sony Pictures
Produção: Columbia Pictures, Living Films, GK Films
   "A Terra repentinamente sofre uma série de ataques alienígenas. Na primeira onda de ataques, um pulso eletromagnético retira a eletricidade do planeta. Na segunda onda, um tsunami gigantesco mata 40% da população. Na terceira onda, os pássaros passam a transmitir um vírus que mata 97% das pessoas que resistiram aos ataques anteriores. Na quarta onda, os próprios alienígenas se infiltram entre os humanos restantes, espalhando a dúvida entre todos. Com a proximidade cada vez maior da quinta onda, que promete exterminar de vez a raça humana, a adolescente Cassie Sullivan precisa proteger seu irmão mais novo e descobrir em quem pode confiar."
   Me decepcionei profundamente com este filme. Ao assistir o trailer, fiquei pensando em mil possibilidades de como seriam os aliens, se seriam monstros feios como sempre, se seriam mais discretos, se não apareceriam para não correr o risco de ficar feio. Pelo trailer, a trama estava super convidativa. Porém, a ultima coisa que eu esperava era uma distopia adolescente clichê. O clima bom do filme se perde em um romance fora de hora e um bando de crianças tendo que salvar o mundo como adultos, de novo.



Coherence (2013)
Duração: 1h28m
Gênero: Ficção Cientifica
Produção: Ugly Duckling Films
   "Durante um jantar, oito amigos começam a falar sobre a proximidade de um cometa, e sobre os rumores de que a passagem deste corpo celestre é capaz de trazer mudanças graves no comportamento das pessoas. Logo após a discussão, a luz acaba, e estranhos fenômenos começam a acontecer com os convidados, questionando a noção de realidade."
  O filme trata de quebras e viagens tempo-espaço. Ele não é de terror, mas ainda sim tem horas que dão mais medo e agonia que A Buxa. Possui muitas reviravoltas e ligações, ficando cada vez mais tenso e bizarro e as conexões são feitas aos poucos. É um filme realmente incrível e sinistro.




O Boneco do Mal (2016)
Duração: 1h37m
Gênero: Terror
Distribuição: Diamond Films
Produção: Vertigo Entertainment, Huayi Brothers Media, Lakeshore Entertainment

   "Greta é uma jovem americana que aceita um trabalho como babá em uma pequena vila inglesa. Porém, o garoto de 8 anos de quem ela tem que cuidar é, na verdade, um boneco de quem o casal cuida como se fosse um menino de verdade, como uma forma de lidarem com a morte do filho, ocorrida 20 anos antes. Após violar uma lista de regras do garoto, uma série de eventos inexplicáveis transformam a vida dela em um pesadelo."
  Mais um filme de terror classe b, este porém, possui um enredo até que diferente e um final que não foram tão clichê assim, a relação explorada com  boneco, com espirito do boneco, ou qualquer coisa que seja, a forma como a protagonista tenta lidar com as coisas também são interessantes. Mas continua sendo aquele tipo de filme passageiro.



Donnie Darko (2001)
Duração: 1h44m
Gênero: Drama, Suspense
Distribuição: Flashstar
Produção: Adam Fields Productions, Flower Films, Gaylord Films, Pandora Film
  "Donnie é um jovem brilhante e excêntrico, que cursa o colegial mas despreza a grande maioria dos seus colegas de escola. Donnie tem visões, em especial de um coelho monstruoso o qual apenas ele consegue ver, que o encorajam a realizar brincadeiras destrutivas e humilhantes com quem o cerca. Até que um dia uma de suas visões o atrai para fora de casa e lhe diz que o mundo acabará dentro de um mês. Donnie inicialmente não acredita na profecia, mas momentos depois um avião cai bem no telhado de sua casa, quase matando-o. É quando ele começa a se perguntar qual o fundo de verdade da sua previsão." 
 Até que estou aumentando minha lista de filmes cults e bizarros assistidos. Donnie Darko também conta com viagens no tempo e dimensão, com uma pitada de tensão vindo de visões sombrias de um menino esquizofrênico e até criticas ao sistema escolar americano.




Ok, acho que não fui muito inspirada para escrever post de filme dessa vez.

sábado, 12 de março de 2016

Filmes que Andei Assistindo #6



No Coração do Mar (2015)
Duração: 2h2m
Gênero: Aventura, Fantasia
Distribuição e Produção:  Warner Bros
   "Inverno de 1820. O navio baleeiro Essex parte em busca de óleo de baleia. O navio é liderado pelo nada experiente capitão George Pollard (Benjamin Walker), que tem Owen Chase (Chris Hemsworth) como seu primeiro oficial. Owen sonha em ser capitão e tem o objetivo de superar a meta traçada por seu empregador. Eles navegam por meses em busca de baleias, mas quando encontram se deparam com uma grande ameaça, uma gigantesca baleia branca que irá lutar por sua sobrevivência e acabará atacando o navio e sua tripulação."
  Devo dizer que esse filme superou minhas expectativas. Nunca imaginei que o Thor caçando baleias daria num bom resultado. O filme é bem equilibrado, rico em detalhes, bom enredo, boa fotográfia, bons figurinos. E é sutil no que se trata do "monstro" Mobi Dick, ele aterroriza, mas demora para aperecer, vai aparecendo partes aos poucos, mas não é algo super esquisito e irreal, o que torna o clima ótimo. 





Alvin e os Esquilos na Estrada (2015)
Duração: 1h32m
Gênero: Aventura, Família
Distribuição:  Fox Filmes
Produção: Fox 2000 Pictures, Regency Enterprises, Bagdasarian Productions, Sunswept Entertainment
   "Ao retornar para casa, Dave encontra uma festa surpresa organizada por Alvin, Simon e Theodore para recepcioná-lo. É claro que o evento sai do controle, gerando inúmeras confusões. Irritado com o ocorrido, Dave avisa que viajará para Miami em breve e que deixará os jovens esquilos sob os cuidados de uma vizinha. Só que, por acaso, os esquilos encontram em uma sacola um anel de noivado. Acreditando que Dave irá pedir a namorada Samantha em casamento, Alvin e seus irmãos elaboram um plano para que o noivado não aconteça, já que acreditam que Dave possa abandoná-los. Quem irá ajudá-los nesta jornada é Miles, o filho de Samantha, que também não quer que eles se casem."
  Faz anos que assisti Alvin e os Esquilos pela ultima vez. Na verdade, assistia os filmes em desenho no Cartoon Network e adorava, aí assisti o primeiro filme da Fox na época e um pedaço do segundo. Queria pegar o brinde do Cinemark e não tinha nada melhor em cartaz, e também foi a sessão das 14 que custa 3 reais a meia. Me surpreendi o quanto achei fofo, me deu uma nostalgia. O filme teve piadas engraçadas e boas, piadas que só os adultos riram e as crianças nem entendiam, e o filme me ganhou com a versão banda marcial de Uptown Funk.





Exorcistas do Vaticano (2015)
Duração: 1h31m
Gênero: Terror 
Distribuição: Diamond Films
Produção: Luma Pictures, H2F Entertainment, Lionsgate UK, Lakeshore Entertainment
   "Angela Holmes, de 27 anos, acidentalmente corta seu dedo e vai parar na emergência, quando a infecção do ferimento faz com que ela comece a agir de forma estranha e assombrosamente começa a causar ferimentos graves e até mortes nas pessoas ao seu redor. O Padre Lozano examina a moça e acredita que ela está possuída. Ao tentar exorcisar o demônio, o Vaticano descobre que a força satânica em Angela é mais forte do que eles imaginavam."
  Tá, assisti esse filme online depois de tempos que saiu do cinema, minha irmã foi de cosplay na pré-estreia e disse que não era tãão ruim e colocou pra gente assistir. É um lixo, sem mais nem menos. O filme consegue distorcer as condições de uma possessão fazendo a pessoa aparecer em dois lugares ao mesmo tempo e manipular a tecnologia local. Aí pra tentar diferenciar a história, eles colocam ninguém que O Anticristo na parada. Aí pra finalizar, o Vaticano tem uma SHIELD de exorcistas de baixo do prédio. Uma coisa mais sem noção que a outra.  





O Preço do Amanhã (2011)
Duração: 1h41m
Gênero: Ficção Cientifica 
Produção: Regency Enterprises, Strike Entertainment, New Regency Pictures
   "Em um futuro próximo, o envelhecimento passou a ser controlado para evitar a superpopulação, tornando o tempo a principal moeda de troca para sobreviver e também obter luxos. Assim, os ricos vivem mais que os pobres, que precisam negociar sua existência, normalmente limitada aos 25 anos de vida. Quando Will Salas recebe uma misteriosa doação, passa a ser perseguido pelos guardiões do tempo por um crime que não cometeu, mas ele sequestra Sylvia, filha de um magnata, e do novo relacionamento entre vítima e algoz surge uma poderosa arma com o sistema e organização que comanda o futuro das pessoas."
  Filme incrível. Levando ao pé da letra o ditado "tempo é dinheiro", ele mostra como a sociedade atual leva o dinheiro em questão de vida ou morte, como os ricos sempre permanecem ricos e os pobres sempre pobres, só que agora valendo a vida. Um enredo bom e uma crítica bem forte. 





Instrumentos Mortais - Cidade dos Ossos (2013)
Duração: 2h10m
Gênero: Fantasia, Aventura
Distribuição: Paris Filmes
Produção: Sony Pictures Entertainment, Constantin Film Produktion GmbH
   "Clary Fray presenciou um misterioso assassinato, mas ela não sabe o que fazer porque o corpo da vítima sumiu e parece que ninguém viu os envolvidos no crime. Para piorar a situação, sua mãe desapareceu sem deixar vestígios e agora ela precisa sair em busca dela em uma Nova Iorque diferente, repleta de demônios, magos, fadas, lobisomens, entre outros grupos igualmente fantásticos. Para ajudá-la, Fray conta com os amigos Simon e o caçador de demônios Jace Wayland, mas acaba se envolvendo também em uma complicada paixão."
  Não cheguei a ler os livros, porém pelo que minha irmã falou, o filme é bem ruim em quesito fidelidade, além de algumas coisas que deveriam acontecer nos outros volumes acontecem no primeiro filme sem o clima adequado. O filme é bem fraco mesmo para quem não leu. O elenco, pelo menos, é bom, figurinos também e cenário também.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...