Flimes que andei assistindo #3






Disney Hércules (1997)
Duração: 1h31m
Gênero: Animação / Musical / Aventura
Distribuição: Walt Disney Pictures


  "Olimpo, Grécia. Na morada dos deuses só existe alegria com o nascimento de Hércules, o filho de Zeu e Hera. Mas o deus do mundo subterrâneo, Hades, não compartilha desta felicidade, pois conspira para tomar o lugar do irmão. Assim Hades envia dois servos para darem à Hércules uma poção que o tornaria mortal, mas faltando a ultima gota, ele permanece com uma força divina. Porém ele não sendo mais um deus, Zeus e Hera não puderam recupera-lo. Hércules passa a ter como pais adotivos Alcmena e Anfitrião. Aos 18 anos seus pais lhe revelam que o encontraram quando bebê com um medalhão do Monte Olimpo. Lá Hércules descobre sua origem divina e que para voltar ao seu lugar como deus precisa provar ser um verdadeiro herói."

   Óbvio que não é a primeira vez que assisto. Mas estava boiando em casa com o namorado e olhando o Netflix e apareceu lá. Quis assistir pra ouvir e cantar as musiquinhas e aproveitar que ele nunca tinha visto esse filme. Engraçado como alguns filmes e desenhos continham muitas piadas direcionadas para adultos, frases que para crianças não fazem sentido algum, mas adultos entendem perfeitamente, como a cena em que o Hades fala " a gente dança, se beija, faz um love, se diverte e vai pra casa feliz".Antigamente nem tinha me tocado nessa frase, agora, vish . Mas bem, falando do filme, quem curte Mitologia sabe que não tem nada a ver. Mas Disney é Disney e esse possui uma das melhores trilhas sonoras. 

Assita Online




Disney Irmão Urso (2003)
Duração: 1h25m
Gênero: Animação /  Aventura
Distribuição: Walt Disney Pictures

  "Kenai é um jovem impulsivo que fica profundamente chateado quando descobre que seu totem é o urso, que representa amor. Depois de um descuido onde a caça do dia é devorada por um urso, Kenai vai caça-lo, e nesse ato, seu irmão mais velho Sitka morre e o urso foge. Cego de raiva e vingança, ele vai atrás do urso e após sua morte, os espíritos ancentrais transformam Kenai em um urso. Agora ele deve percorrer até onde as luzes tocam o chão para voltar a forma humana. No caminho, conhece Koda, um filhote de urso que se apega a ele e o ajuda a conhecer a floresta. Mas precisa tomar cuidado, seu irmão Denahi busca vingança pelos dois irmãos que perdeu, sem saber que o urso que caça na verdade é um deles."

  Pelo visto esse post vai ser a sessão nostalgia Disney. Mais um filme que eu amo, e também fico reassistindo toda hora no Netflix só para ouvir as músicas. Dessa vez coloquei pro namorado ver também, mas ele nem prestou atenção direito kkk Não é um os filmes mais populares da Disney, mas é um dos mais "pesados" para o padrão Disney atual, e um dos meus favoritos. O filme me fez lembrar um pouco do livro Irmão Lobo, que estou lendo agora, pois se trata de histórias ancestrais sobre os espíritos que guiam os vivos e ursos (só que no caso do livro o Urso é um satanás, mas enfim). Um detalhe interessante que meu irmão notou, a mãe o Koda tem os olhos pequenos e inteiros negros, como um desenho de urso mais realista, porque ela é mostrada na visão do Kenai e dos outros quando humanos, mas quando o espirito dela aparece no final, está com os olhos de desenho, dando personalidade para o bichinho. O que mais me deixa pasma nesse desenho é os caras caçarem Ursos com lanças, haja coragem! Também posso falar aqueles clichês e sempre, se trata e uma linda história de amor e amizade, ensinando a amar os animais, aprender com os erros, a perdoar e que tudo na vida tem um proposito e toda história tem dois lados.

Assita Online




Disney Irmão Urso 2 (2006)
Duração: 1h14m
Gênero: Animação /  Aventura
Distribuição: Walt Disney Pictures

   "A primavera chegou e Kenai acordou de sua primeira hibernação com um apetite voraz. Ele e seu irmão mais novo, Koda, estão animadíssimos para cair na floresta e saborear os melhores frutos. Durante essa jornada, Nita, uma antiga amiga de infância de Kenai, reaparece. Crescida, Nita precisa se casar seguindo as tradições de sua tribo. Mas os Grandes Espíritos tem outros planos para ela e somente Kenai poderá ajudá-la."

  Mais um clássico de infância assistido pelo Netflix em um dia tedioso. Gosto muito de ambos os filmes, e este definitivamente não entra a lista de continuações ruins. Rola uns clichês românticos, mas é o básico. Neste ainda não tem nenhuma musica em especial que eu goste. A unica coisa que me chateia nesse filme é que a tribo do Kenai desaparece, há uma grande lição entre os ursos e a tribo da Nita, mas Denahi, a velinha dos espíritos, e etc, nem sinal. Mas esse flime tem um pouco mais de ação que o anterior. Ah, e uma curiosidade legal que vi, o segundo filme a ideia original seria que os principais fossem os alces, mas a ideia foi rejeitada. 


300 (2006)
Duração: 1h55m
Gênero: Épico / Ação
Distribuição: Warner Bros

   "Grécia, 480 AC. Na Batalha de Termópilas, o rei Leônidas e seus 300 guerreiros de Esparta lutam bravamente contra o numeroso exército do rei Xerxes. Após três dias de muita luta, todos os espartanos são mortos. O sacrifício e a dedicação destes homens uniu a Grécia no combate contra o inimigo persa."

   Depois de muitos anos ouvindo "AU AU AU"  e "THIS IS SPARTA" nos eventos, finalmente parei para assistir uma hora que estava passando na TNT. Mas não tenho uma opinião muito forte sobre esse filme, deixe-me ver... Os atores arrasaram, todos, a Cersei, o Magneto, o Faramir e o Santoro, além da Cersei (Lena Headey) não reconheci os outros de tão caracterizados. Eu sei que usaram um tecnologia e recursos do caramba para fazer todo o cenário do filme, mas achei estranho, muito frio, não possuía o clima de guerra. E fora as cenas de luta que foram excepcionais, o restante foi bem parado, tramas, diálogos, relações entre personagens, quase não existiram. Mas é um filme bacana, fiquei bem chateada no final. 




A Incrível História de Adaline (2015)
Duração: 1h53m
Gênero: Romance / Fantasia / Drama
Distribuição: Diamond Films

   "Adaline Bowman  nasceu na virada do século XX. Ela tinha uma vida normal até sofrer um grave acidente de carro. Desde então, ela, milagrosamente, não consegue mais envelhecer, se tornando um ser imortal com a aparência de 29 anos. Ela vive uma existência solitária, nunca se permitindo criar laços com ninguém, para não ter seu segredo revelado. Mas ela conhece o jovem filantropo, Ellis Jones, um homem por quem pode valer a pena arriscar sua imortalidade."

   Não costumo dar atenção a esse tipo de filme, mas a sinopse me interessou e fiquei pensando e a curiosidade me venceu, isso e de tanto esbarrar com a cara da Blake Lively (que conheço como Serena Van Der Woodsen em Gossip Girl) e do Michiel Huisman (que conheço como Daario Naharis em Game of Thrones) nas opções do Netflix (acho que já deu pra ver que adoro o Netflix). E bem que surpreendeu. No romance nada de mais, os clichês de sempre, a guria se apaixona e em questão de dias muda a sua vida (e ele a dele) para ficarem juntos, pessoas ricas e belas. Mas esse toque de ficção em relação ao Tempo, que me lembra um pouco O Curioso Caso de Benjamin Button foi que divertiu. É legal também que eles deram uma "explicação cientifica" para o que aconteceu com ela, usando uma "teoria que será descoberta em 2035. A filha sabe o que acontece com a mãe e até idosa sempre procura apoiar a mãe quando pode, fingindo em publico ser sua avó. Alguns fatores e várias coincidências e acontecimentos de poucas probabilidades irão se desenvolver ao decorrer do filme. 
  Algunas curiosidades é que o pai de Ellis é interpretado pelo Harrison Ford, o Han Solo de Star Wars. E o Michiel interpretou um personagem em World War Z com o mesmo nome, Ellis. E também Ellen Burstyn, que faz a filha de Adeline, é Murph mais velha em Interestelar, outro papel em que envelhece e seu pai continua novo. 

2 comentários:

  1. Hércules e Irmão urso! *---------------------------*
    Acho que ainda não tirei os pés da minha infância, acho esses desenhos lindos! *-*

    http://memoriasdeumaguerreira.blogspot.com.br/2015/11/atualizacao-do-blog-em-2016.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que muitas pessoas ainda não fizeram isso também kkk

      Bites!

      Excluir