A Garota da Capa Vermelha





Titulo Original: Red Rinding Hood
Autor: Sarah Sarah Blakley-Cartwright
Baseado no roteiro de David Leslie Johnson
Editora: iD Editora
Ano: 2011
339 páginas
Sinopse:


O corpo de uma garota é descoberto em um campo de trigo. Em sua carne mutilada, marcas de garras. O Lobo havia quebrado a paz. Quando Valerie descobre que sua irmã foi assassinada pela lendária criatura, ela acaba mergulhando de forma irreversível em um grande mistério que vem amaldiçoando sua aldeia por gerações. A revelação vem com Father Solomon: o Lobo habita entre eles — o que torna qualquer pessoa do vilarejo suspeita. Estaria Peter, sua paixão secreta desde a infância, envolvido nos ataques? Ou seria Henry, seu noivo, o Lobisomem que assola as redondezas? Ou, talvez, alguém mais próximo? Enquanto todos estão à caça da besta, Valerie recorre à Avó em busca de ajuda; ela dá à neta uma capa vermelha feita à mão e a orienta através da rede de mentiras, intrigas e decepções que vem controlando o vilarejo por muito tempo. Descobrirá Valerie o culpado por trás do lobo antes que toda a aldeia seja exterminada? A Garota da Capa Vermelha é uma nova e arrepiante versão do clássico conto. Nela, o final feliz poderá ser difícil de ser encontrado.

  Bom, já não havia gostado muito do filme, o livro achei um pouco pior. É uma obra vazia, carece detalhes e emoção. A sinopse já é um grande erro, se a morte da irmã não tivesse sido revelada nela no momento em que o leitor chegasse nela seria um grande impacto, e a revelação da ajuda da avó também, pois a tira da suspeita. No final, a autora tentou consertar o fina decepcionante do filme, mas só o piorou.  Não é de todo ruim, é até, razoável. Foi uma boa idéia a colocar o lobo como um werewolf, e é um lobisomem bem feito pelo menos.
 Na verdade toda livro vindo de filme não costuma ser grande coisa, seria o mesmo que tentar fazer um livro baseado num roteiro, fica vago, é mais um chamaris para a obra principal, o filme. Mas eu esperava que o livro desse uma salvação.

Apesar de tudo, não podiamos deixar de pegar autografo da autora na Bienal do Livro 2012.
Eu estava trabalhando pela Submarino no dia, mas minha irmã foi até ela.

Minha irmã Thamy e a Sarah :)



O autografo dela,  "Hair like yours", ela curtiu o cabelo metade rosa XD


OUTRAS CAPAS:







Nenhum comentário:

Postar um comentário